SAPATO VELHO


Hoje, não colho mais
As flores de maio
Nem sou mais veloz
Como os heróis.
E talvez eu seja simplesmente
Como um sapato velho
Mais ainda sirvo
Se você quiser
Basta você me calçar
Que eu aqueço o frio
Dos seus pés...

Vivemos um tempo em que comemoramos a longevidade ao mesmo tempo em  supervalorizamos a juventude. Mas nada aquece melhor que um sapato velho, que conhece os nossos contornos e percorreu os nossos caminhos. 
Um pouco de música para relaxar...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A água do mar e seus benefícios para a saúde

90% dos trabalhadores querem trocar de emprego, aponta pesquisa

Curiosidades: Ano Bissexto