Jax, de 5 anos, sugeriu que corte de cabelo fosse igual ao de amigo negro. Mãe compartilhou caso no Facebook para mostrar que crianças só desenvolvem preconceito quando são ensinadas a segregar.


Uma mãe americana compartilhou no Facebook uma lição de amizade e harmonia que lhe foi dada pelo filho de cinco anos. Segundo o   relato de Lydia Stith Rosebush, seu filho Jax Rosebush, de 5 anos, pediu que  seu novo corte de cabelo   fosse igual ao de seu amigo Reddy.
De acordo com ela,   o corte   semelhante faria  com  que a professora não fosse   capaz  de  diferenciá-los   na sala  de  aula   de   uma   escola  em Louisville.
A mãe do garoto branco compartilhou a conversa com o filho e também uma foto dos dois amigos durante o Natal, apontando  que   todos poderiam   ver as   semelhanças.
"Se isso não é uma prova de que o ódio e o preconceito é algo que é ensinado,  eu não sei o que é", escreveu Lydia. "A única diferença que Jax vê entre   eles dois  é o cabelo", afirmou.
Depois da repercussão da publicação, feita no domingo (24), a família   decidiu que nesta terça-feira ela  poderia   ir ao  cabeleireiro   acompanhado do amigo para, enfim, raspar o cabelo.   O momento  foi  registrado  pela   imprensa  local e  por  fotógrafo  da Associated Press (acima).
Reddy e seu irmão mais velho, Enock, nasceram na África e foram adotados com 2 e 4 anos, respectivamente, por um pastor batista e sua esposa, que são brancos.

Por G1 Educação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

90% dos trabalhadores querem trocar de emprego, aponta pesquisa

Curiosidades: Ano Bissexto

Técnica Pomodoro - o que é e como funciona