quarta-feira, 12 de junho de 2019

Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir de hoje

Brasília - Incluída no rodízio de abastecimento do DF, a Universidade de Brasília (UnB) está tomando medidas para reduzir o consumo de água, como adiar o início das aulas no principal campus da instituição em função do racionamento (Fabio
Os estudantes selecionados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) podem, a partir de hoje (12), fazer matrícula nas instituições de ensino para as quais foram selecionados. O prazo vai até o dia 17. Cabe aos candidatos verificar os dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição em edital próprio.
O resultado da chamada única do Sisu foi divulgado segunda-feira (10) e está disponível no site do programa.
Por Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

Universidade oferece bolsas para Doutorado Sanduíche

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) torna público o edital de seleção para bolsas no exterior, na modalidade Estágio de Doutorado Sanduíche para alunos de doutorado dos cursos de Ecologia, Neurociências, Psicobiologia e Psicologia. As bolsas concedidas estão dentro do tema Evolução, Cognição e Comportamento. 
Na modalidade de Doutorado Sanduíche no exterior, alunos que estejam regularmente matriculados em cursos de doutorado realizam parte do curso em instituição de ensino superior no exterior e depois voltam ao Brasil para concluir o curso e defender sua tese. 
Para realizar a inscrição, que vai até 15 de julho, os candidatos devem preencher formulário disponível do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) e anexar os documentos solicitados no edital do processo seletivo. A seleção consistirá de várias etapas, dentre elas a verificação dos documentos, a análise de mérito técnico-científico e a análise do plano de atividades e do perfil científico dos candidatos.
Por Boletim UFRN 

I Conferência Internacional de Pesquisa em Educação IRED'19


Estão abertas até o dia 15 de junho (1ª data) e 31 de julho (2ª data) as submissões para envio de comunicações à I Conferência Internacional de Pesquisas em Educação – Educação 2019: desafios, tendências e compromissos IRED’19 – que acontecerá na Universitat de Barcelona, em Barcelona, nos dias 4 e 5 de novembro de 2019.
Promovida pela Rede Espanhola de Institutos de Pesquisa em Educação, o evento já tem confirmados os conferencistas Henry Giroux e Boaventura de Sousa Santos.
Os trabalhos podem ser submetidos em qualquer uma das línguas oficiais do evento: catalão, castelhano, inglês e português.
Submissões e informações na página do evento: http://www.ub.edu/ired19

Curiosidades fantásticas sobre livros

Curiosidades fantásticas sobre livros
Ler é bastante importante, vários especialistas confirmam isso porque além de despertar a imaginação, ajuda na memória e na formação humana quanto a forma de pensar. Desde pequenos costumamos ler gibis ou livrinhos bem coloridos que prendem a nossa atenção, quando crescermos, alguns continuam gostando cada vez mais de ler, outros nem tanto, mas ninguém pode negar o sucesso dos livros pelo mundo todo.
Atualmente existem milhares de livros publicados e podemos encontrar eles nas mais variadas categorias e temas, o que nos permite oportunidade de escolha quanto ao que ler. O fantástico mundo dos livros esconde diversas curiosidades que provavelmente você não conhece, por isso hoje iremos conhecer algumas delas, então, vamos nessa.
·         A Bíblia Sagrada é o livro mais vendido do mundo, com mais de 5 bilhões de cópias. Somente no Brasil já foram vendidos mais de 11 milhões de exemplares;
·         O maior livro do mundo se trata de uma edição especial de “O Pequeno Príncipe” que tem 2 metros de altura por 1,54 metro de comprimento. Ao total o livro tem 128 páginas e pesa 250 kg;
·         Já  “Das Buch des dickste Universums” é o livro mais grosso do mundo, contando com 50.560 páginas e pesando 220 kg;
·         Bertha Wood foi a pessoa mais velha a publicar um livro pela primeira vez, a autora lançou no seu 100º aniversário a obra “Ar fresco e diversão: A História de uma Colônia de Férias Blackpool”;
·         A Índia é o país que mais lê no mundo inteiro, por lá é registrado uma média de leitura de 10 horas semanais para cada leitor;
·         A versão original do livro “Codex Hammer” de Leonardo da Vinci foi leiloada em 1994 e foi comprada por  US$ 30,8 milhões, tornando-se assim o livro mais caro já vendido na história;
·         “As Aventuras de Tom Sawyer” do autor Mark Twain foi o primeiro livro a ser feito em uma máquina de escrever;
·         O livro “Alice no País das Maravilhas” chegou a ser censurado na China simplesmente pelo fato de conter animais que falam;
·         Agatha Christie é a autora que mais tem obras traduzidas no mundo todo sendo mais de 6.500 traduções;
·         A Bíblia de Gutenberg é considerada o primeiro livro impresso do mundo, ela teria sido finalizada em 1455 e era uma cópia em latim dos textos sagrados;
·         Durante a idade média, os livros eram manuscritos em pergaminhos por monges copistas que nem sempre sabiam ler, porém eram ótimos desenhistas;
·         “Marília de Dirceu” do escritor Tomás Antônio Gonzaga, foi a primeira obra editada no Brasil, isso ocorreu em 1808;
·         A primeira biblioteca do mundo foi construída por volta do século 7 a.C. em Nínive, na antiga Assíria (atual Iraque);
·         O ex-médico brasileiro Ryoki Inoue é o autor que mais escreveu livros, o recorde foi registrado pelo Guinness Book em 1993. Ryoki teve 1.100 livros publicados e todos eles assinados com 39 nomes diferentes.
·         Em 2010, o Google Books terminar de digitalizar todos os livros possíveis do mundo e naquela época existiam cerca de 129,864,880 títulos diferentes, estima-se que por ano sejam lançados mais de 2,2 milhões de novos livros em todo o mundo.                                                                                                                                                                                                                                                                    
  Por Manuel Netto/Tricurioso


segunda-feira, 3 de junho de 2019

JK Rowling irá lançar 4 novos livros da saga Harry Potter


JK Rowling vai lançar quatro novos livros eletrônicos da saga Harry Potter no mês que vem, oferecendo aos fãs a chance de “se aprofundar na rica história da magia”.
O site de Rowling Pottermore publicará as histórias de não-ficção, que serão dedicadas a todas as coisas do “mundo bruxo”. Cada um deles terá como tema as lições estudadas na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Os contos são inspirados em uma exposição da British Library sobre Harry Potter.
A série terá o nome Harry Potter: A Journey Through…, adaptado do audiobook Harry Potter: A History of Magic e inspirado no nome da exibição da biblioteca de 2017.
“Prepare-se para aprofundar na rica história da magia (seja a nossa própria história dos trouxas ou o mundo mágico criado por JK Rowling) com esta nova série de contos em e-books”, disse um comunicado no site Pottermore.
“Além de explorar as origens da magia através da história e do folclore, os contos em eBook também trazem notas, páginas manuscritas e esboços encantadores, como visto anteriormente em Harry Potter: A History of Magic.”
Os dois primeiros livros, que serão lançados em 27 de junho, irão explorar Defesa Contra as Artes das Trevas, bem como Poções e Herbologia. O terceiro e quarto livros, que serão divulgados logo depois, irão focar em Adivinhação e Astronomia, juntamente com Trato das Criaturas Mágicas.
Todos os quatro foram ilustrados pelo artista londrino Rohan Daniel Eason e estarão inicialmente disponíveis em inglês, francês, italiano e alemão.
Por Bruna Dolores, na Poltrona Nerd/Cristina Danuta, Livros e Pessoas

segunda-feira, 27 de maio de 2019

“Amigo Sustentável”, o projeto que desenvolve habilidades socioemocionais e sustentabilidade

Parceira entre escolas, eletiva faz alunos confeccionarem brinquedos para alunos de outra unidade

  Parcerias entre escolas sempre rendem bons resultados. Seja para a comunidade, como a organização de festas juninas ou a promoção de festas e comemorações em datas especiais, seja na união de diretorias para recepcionar os alunos de outra unidade, o trabalho em conjunto é fundamental na aprendizagem continuada. Na Zona Oeste de São Paulo, essa parceria produziu ainda mais frutos e invadiu a sala de aula.

Integrantes do PEI – Programa de Ensino Integral, as E. E. Brasílio Machado e a E. E. Carlos Maximiliano uniram os alunos por meio de uma matéria eletiva comum. O projeto “Amigo Sustentável” estimula a confecção de brinquedos feitos de sucata. Coletada na vizinhança das escolas, os estudantes usam diversos materiais, como papelão, garrafas PET e outros, para produzir seus próprios brinquedos.
Além das disciplinas de ciências usadas na confecção dos brinquedos, o projeto tem outro intuito: desenvolver a solidariedade. Isso porque os brinquedos produzidos não são destinados aos alunos, mas sim aos estudantes da E. E. Brasílio Machado, que “adotam” um amigo e produzem o brinquedo que ele mais gosta. “Além dos brinquedos, nós fazemos textos, bilhetes e cartas que são enviadas ao amigo sustentável da estudante. Toda sexta-feira fazemos a visita e eles brincam juntos na entrega dos brinquedos”, conta Regina Célia Silva, professora e mentora da eletiva.

Projeto coloca habilidades socioemocionais em destaque

Além de ciências e coordenação motora, o projeto “Amigo Sustentável” também desenvolve habilidades socioemocionais nos estudantes. A ideia nasceu após a percepção de que os estudantes se sentiam muito sozinhos e sempre recorriam ao celular quando poderiam interagir entre si. “Queria fazer algo que desenvolvesse o desejo de cuidar do outro. Ao adotarem um colega de outra escola, eles se relacionam, perguntam sobre o que o outro gosta. Se sentem melhores, pois percebem que fazem a diferença na vida do outro”, pontua Regina.



A parceria com a Brasílio Machado foi fundamental para a eletiva sair da ideia e ser ofertada. Para Simone Romano, vice-diretora da E. E. Brasílio Machado, o projeto é inspirador. “Nossos alunos são presenteados com brinquedos toda sexta-feira. Além do brinquedo ser sustentável, vindo da sucata, essa eletiva desenvolve a amizade, fundamental para a vida humana”, comemora a diretora.
A eletiva desenvolve ao menos uma das 10 competências socioemocionais da Base Nacional Comum Curricular: o exercício do diálogo, empatia, cooperação e resolução de conflitos. Segundo Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, essas competências são tão importante quanto as disciplinas normais. “O que a ciência diz é que as habilidades socioemocionais têm o mesmo peso das habilidades cognitivas no resultado escolar, medindo por notas, probabilidade de abandono e escolaridade final atingida. As capacidades emocionais também ajudam nos processos cognitivos, como o processo lógico”, explica.
O sucesso da eletiva nas escolas deve influenciar a oferta de mais disciplinas que trabalhem as competências cognitivas, como o raciocínio lógico ao produzir brinquedos que sejam firmes e duráveis, e o socioemocional, que pode ser ensinado com ações propositivas como essa. “Essas competências são utilizadas em diversas situações da vida e integram o processo de cada um para aprender a conhecer, conviver, trabalhar e ser”, explica Cristina Favaron Tugas, Diretora Pedagógica do Centro Educacional da Fundação Salvador Arena (CEFSA). “São habilidades que você pode aprender, praticar e ensinar”, conclui.
Por  Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

sábado, 11 de maio de 2019

Enem 2019 já tem 3 milhões de inscritos

ensino medio
A edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já atingiu a marca de 3 milhões de inscritos. O balanço foi divulgado pelo Ministério da Educação e contabiliza os inscritos até as 22h de ontem. As inscrições foram abertas no último dia 6 e vão até o dia 17 de maio, pela internet. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.
Do total de inscritos, 63% estão isentos do pagamento da taxa de inscrição. A taxa para o Enem é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 23 de maio. O participante terá até 17 de maio para atualizar dados de contato, escolher outro município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico. Após esse prazo, não serão mais permitidas mudanças.
O candidato que precisar de atendimento especializado e específico deve fazer a solicitação durante a inscrição. O prazo para pedidos de atendimento por nome social vai de 20 e 24 de maio.
Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil.
A prova também pode ser feita pelos chamados treineiros – estudantes que vão concluir o ensino médio depois de 2019. Neste caso, os resultados servem somente para autoavaliação, sem possibilidade de o estudante concorrer efetivamente às vagas na educação superior ou para bolsas de estudo. Esses participantes devem declarar ter ciência disso já no ato da inscrição.

Dicas de Estudo

Para reforçar o conhecimento dos candidatos, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) oferece várias estratégias gratuitas, como o Questões Enem, no qual os estudantes têm acesso a um atualizado banco de dados que reúne provas de 2009 até 2018. O site permite a resolução das questões online, com o recebimento do gabarito. Já pelo perfil EBC na Rede, é possível acompanhar a série Caiu no Enem.
Por Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil/Edição: Valéria Aguiar