Quando o chão some, onde segurar para não cair?





      Sou mulher de fé, sou uma mulher guerreira, busco diuturnamente caminhos que me levem ao equilíbrio e sou feliz para além das dificuldades cotidianas. 
Ainda assim, estou há algumas dias flutuando com a perturbadora sensação de que o chão sumiu. Ondas de dor lancinante alternadas por confortável apatia se misturam em um estranho cenário. 
Do que estou falando? 
     Há um ano acompanho o tratamento de um sobrinho muito amado, em uma luta descomunal contra um câncer feroz. Contudo, embora o medo tenha sido parceiro constante, sempre acreditamos que a cura era uma possibilidade, uma vez que ele estava fazendo tratamento em um grande centro. 
    Todo esse processo de sofrimento veio envolto a outras questões particulares, como o fato de que ele estava nos EUA, conseguiu tratamento lá, mas não poderia voltar ou receber a mãe e a irmã,  por questões de imigração. Foi um longo ano, acompanhando mãe e filho querendo desesperadamente ficar juntos sem poder. 
    A semana passada tudo virou do avesso e ele partiu. O chão sumiu. Algo em mim, dizia que ele havia se libertado, mas o apego tira todo o discernimento em momentos assim, deixando tudo confuso e tenebroso.
   No meio desse dilúvio tive uma crise de apendicite e fiz uma cirurgia de urgência. Não pude evitar de lembrar dele em cada dor e em cada medo que senti. Estou em repouso, não sabemos quando o corpo dele chegará para o sepultamento e o mundo passa por uma pandemia... 
   Hoje acordei, procurei o chão e ele não estava lá...então olhei para o céu, me permiti seguir ao infinito e encontrar a serenidade que vem da certeza de que há um Deus imenso, perfeito e imensurável, maior que qualquer dor, qualquer medo ou desespero. Quando estamos sem chão, é nos Seus braços que estamos. Com essa certeza, voltei os olhos para as coisas da Terra e encontrei o chão, ele estava o tempo todo aqui. Sentei na cama, peguei meu computador e resolvi, finalmente, falar sobre isso. 
   O sofrimento é parte da nossa vida na Terra, mas não estamos sós, Deus está pertinho, cuidando e nos segurando nos braços nesses momentos. Quando o chão some, a mão de Deus está lá para levantar, cuidar e fortalecer. Cabe a cada um de nós perceber e receber essa luz que cura a alma, encontrar o chão e alcançar a paz.   
Aparecida Cunha

Comentários

  1. A fé e a certeza de Deus nos devolvem o chão perdido em um momento de dor.

    ResponderExcluir
  2. Lindo, Cida! Deus é a nossa torre forte, pra ela corremos e encontramos segurança. ❤️

    ResponderExcluir
  3. Amiga Cida q lindo!! Realmente a fé q temos nesse Deus de misericórdia é o q nos sustenta e nos fortalece. 💕

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

90% dos trabalhadores querem trocar de emprego, aponta pesquisa

Curiosidades: Ano Bissexto

Técnica Pomodoro - o que é e como funciona